9 de julho de 2011

A Lei do Mínimo esforço

A lei do Minimo esforço

A Natureza é uma verdadeira professora.
Ela não se esforça para ser espetacular, ela simplesmente o é.
Não busca, não se preocupa, não tenta.... ela só faz o que é impelida a fazer.

Há uma força que guia tudo. Uma força que guia o Todo. Uma força que anima a matéria e faz com que ela adquira essa dinâmica que a gente chama de vida. A vida não se esforça pra acontecer.

É bonito ver também como a natureza sempre tem sempre a máxima eficiência. Ela é “econômica”. Extremamente economica. Não há desperdícios de energia. Não há esforços desnecessários.

AS trocas acontecem naturalmente, sem resistências, sem porquês, simplesmente porque têm que acontecer... Porque faz parte da natureza trocar,  dar e receber, sem parar...

Será que isso pode ser aplicado nas nossas vidas?

Muitos defendem a lei do mínimo esforço. Acredito que esteja ligado à essa idéia de como opera a natureza.

Quando você faz algo que lhe dá prazer, vocÊ não considera aquilo um trabalho, você não considera aquilo um esforço. Você simplesmente se entrega e deixa fluir, pelo tempo que for necessário. Não há desgastes,não há desânimo.



Daí tiramos uma frase para reflexão.
“A água não se discute com seus obstáculos, ela simplesmente os contorna”

Acho que é isso que devemos fazer, é isso que significa o mínimo esforço, o deixa rolar...
É não questionar as dificuldades que aparecerem no seu trabalho ou na sua vida, simplesmente contorná-las e ir em frente, sem resistência, e sem esforços desnecessários para tentar transformar o cenário.


É mais fácil mudar a si próprio do que mudar o mundo inteiro.
Quanto maior sua capacidade de se reinventar, ser bem sucedido será natural para você...

É por isso que o Raulzito já falava. “Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante”

E você? Ainda gasta energia resistindo às mudanças?



Um abraço,
Ótimo sábado pra você.

MM

Nenhum comentário:

Postar um comentário