8 de maio de 2011

A forma é a manifestação da Idéia – Parte 01

Este é um tema muito profundo e serão necessários vários  textos para eu conseguir organizar um raciocínio sobre o que eu acho sobre isso.

“A forma é a manifestação da idéia”,frase dita pelo famoso Dr. Celso Charuri, diz muito mais do que simplesmente as 7 palavras que a compõe, ela fala sobre a essência do ser humano e revela uma ferramenta poderosa para compreender as pessoas e entrar dentro de suas mentes.

Se você estiver atento e observar o que uma pessoa faz ou como ela vive, você saberá exatamente o que há dentro de sua cabeça.

Vamos entender isso em partes.

Você é fruto das suas escolhas. Estas escolhas são feitas a partir dos seus Sentimentos.
Você sempre escolhe algo porque acredita que aquilo lhe fará se sentir melhor, ou mais feliz. Sempre!

Esses sentimentos são uma resposta a um pensamento que você tem, consciente ou inconsciente.

Eu vou dar um exemplo:

Imagine o seguinte cenário. Você está andando em uma rua escura, sozinho.

Você tem uma crença de que andar na rua a noite nesta cidade é perigoso (isso pode ser algo que você ouviu de alguém ou que você simplesmente construiu em sua cabeça). A partir desse pensamento, você tem uma resposta, um sentimento, por exemplo, MEDO. Este medo faz você escolher não andar nesta Rua à noite e você vai para uma rua mais iluminada. No final é isso que se manifesta, você acaba andando em uma rua iluminada.

Portanto:  O que você acredita, isto é,
Suas Crenças -->
 Pensamento --> Sentimento --> Ação.

No mesmo exemplo, se você não tivesse a crença de que a rua é perigosa você andaria tranquilamente mesmo se estivesse sozinho.

É impressionante como isso é verdadeiro, por experiência própria, ao viajar para países na Europa me sentia muito tranqüilo em andar na rua de madrugada, sem medo, sem me preocupar com nada.

A crença em uma idéia é muito forte, as vezes é mais forte do que a sua razão.

Partindo deste raciocínio e estendendo ele para todas as áreas da nossa vida. Se olharmos atentamente o comportamento (as ações) de uma pessoa e fizermos o caminho contrário, você consegue saber exatamente (ou ter uma grande idéia) do que há em sua cabeça.

Claro que isso requer treino, você precisa observar várias pessoas, principalmente pessoas que você conhece bem, para que você consiga fazer ligações e estabelecer padrões de comportamentos/pensamentos.

Isso é muito útil para se entender melhor as pessoas e também se comunicar melhor.

Quando alguém fizer algo que você não entenda, faça o caminho inverso.

Procure saber qual sentimento motivou aquela ação, a partir disso tente entender o que ela deve ter pensado e a partir daí o conjunto de coisas que ela acredita ficará claro como água.

Você conseguirá “despir” as pessoas e desta forma conseguir ajudá-las de verdade porque  mesmo que ela tente criar uma auto-sabotagem você conseguirá reconhecer isto e falar o que ela realmente precisa ouvir.

Lembre-se da máxima: 
“O que você faz fala tão alto que o que você diz ninguém escuta”

E você achava que conseguia enganar todo mundo não é? Por mais que você se esforce você não pode lutar contra sua própria natureza! Todo mundo é transparente para aquele que sabe ver.

Que tal prestar mais atenção nas pessoas e buscar conhecer melhor este bicho estranho que é o ser humano?

Um abração!

Mario Meireles

Nenhum comentário:

Postar um comentário