7 de março de 2011

O que tira você da cama?

Calma! Não estou falando sobre insônia, estou falando sobre motivação.
O que faz você acordar todos os dias? O que te move? O que você busca quando vai trabalhar?
QUAL É O SEU COMBUSTÍVEL?!
Se você não sabe o porquê da sua luta, você simplesmente não sabe nada sobre si mesmo.
Temos que usar bem a nossa vida para que no final você olhe para trás e se orgulhe do que realizou. Busque algo que te traga satisfação quando você alcançar.
Resumindo, é necessário ter objetivo! Necessário não, FUNDAMENTAL.
Neste carnaval estou com meu filho, um bebê lindo chamado Rafael.
Entro na internet e vejo inúmeros comentários sobre viagens, fotos dos amigos em passeios incríveis, muita festa, pessoas bonitas, mas estranhamente me sinto muito feliz de estar em casa com meu filho.
Ele me traz sentimentos únicos. Ele me traz novos motivos...
É aí que entra um conceito fundamental da MOTIVAÇÃO.
MOTIVO + AÇÃO = MOTIVAÇÃO à é um motivo que te põe em ação. (simples não é?)
Esta motivação pode ser de 2 maneiras básicas, e isso é importante você conseguir reconhecer dentro de si mesmo.
MOTIVAÇÃO EMOCIONAL à Aquela que você recebe de outras pessoas, bons conselhos, seminários empolgantes, pessoas sábias que dizem algumas verdades para você e você recupera a confiança.
E a mais importante...
MOTIVAÇÃO RACIONAL à Aquela que nasce dentro de você quando você percebe que É CAPAZ. Quando você olha e fala, eu sei o que preciso fazer, eu QUERO fazer e eu VOU fazer.
Parece sutil, mas a diferença entre elas é enorme.
A Motivação emocional, se você não consolidá-la em seu coração e em sua mente, não durará mais do que 72 horas. Após esse curto espaço de tempo você já terá voltado aos mesmos pensamentos anteriores ou alguém de fora já terá dito alguma coisa que fez com que você perdesse a confiança e no final, nada mudará.
Você precisa saber o que fazer quando receber uma carga de Motivação emocional.
Em muitos seminários eu falava para a audiência, “Anotem, façam um plano de metas alcançável, reflitam sobre isso, discutam, etc”. A idéia é transformar a Motivação emocional em racional.
A Motivação Racional é aquilo que te move adiante. Como eu disse no começo, aquilo que te tira da cama!
Ela Nasce da crença de que você sabe o que está fazendo e acredita que vai alcançar aquele objetivo. Ela te faz trabalhar forte, faz você continuar caminhando mesmo quando o mundo inteiro discorda da sua posição e tenta te derrubar.
A Motivação Racional é a motivação que faz as pessoas caminharem na escuridão durante anos até fazerem uma descoberta ou uma criação que muda o mundo.
E esta motivação que você precisa encontrar dentro de si.
Depois que virei pai consegui entender claramente a diferença entre elas. Um filho te dá uma motivação incrível é emocional, racional, espiritual, passional, enfim... Uma motivação única.

Hoje quando recebo um conselho (uma motivação emocional) sei analisá-lo com carinho e, se for útil, transformá-lo em realidade (com a motivação racional)
Saiba que realizar grandes mudanças exige muita energia. Exige todo foco e toda força interior que você puder ter para quebrar velhos hábitos e abrir espaço para uma nova vida.
Encontre dentro de si os seus motivos e em torno deles crie uma blindagem para que ninguém roube os seus sonhos.
Analise no seu dia a dia quais os motivos pelos quais você faz o que faz.
Aprenda a reconhecer dentro de si mesmo estes dois níveis diferentes de motivação.
Isto mudará sua vida!
Descubra como usar os dois juntos com sabedoria e o seu sucesso é certo!

Então? O que tirou você da cama hoje?

Um grande abraço,
Mario

Um comentário:

  1. Olá, Mário. Lendo seu artigo me lembrei das reuniões de MMN de que participei e onde vi muitas pessoas tomando decisões por causa da motivação emocional que o "oba-oba" causava. Isso que você falou é a pura verdade, a motivação emocional é como uma paixão, intensa e breve. Não é aconselhável estendê-la se não houver o fundamento da racionalidade. Parabéns pelo artigo e pelo rebento!

    ResponderExcluir